ROA (Retorno sobre ativo): o que é e como calcular?

KARPOS PAG - ROA

Um dos grandes dilemas do mundo empresarial é a decisão de quando investir e onde investir, não é mesmo?

Você já se encontrou em uma situação dessa de não saber qual decisão tomar por não ter certeza de qual traria os resultados mais desejados para o seu negócio?

O ROA, ou Retorno sobre Ativos, surge como a solução para esse problema, pois ele busca dar previsibilidade para os seus investimentos e evitar erros na hora de investir.

Neste artigo, abordaremos o que é ROA e de como você pode calcular esse importante indicador de rentabilidade.

Vamos lá?

O que é ROA?

O termo vem do inglês Return on Assets e significa Retorno sobre Ativos. Como o próprio nome já diz, esse indicador calcula a partir de uma fórmula simples o retorno dos seus investimentos.

Através desse cálculo muitas dúvidas podem ser sanadas como:

  • Quando investir?
  • Onde investir?
  • Quais retornos terei com tal investimento?

Se você é um investidor ou está pensando em investir, certamente alguma dessas perguntas já passaram pela sua cabeça ou permanecem até agora. E esse não é um dilema só seu, na verdade é bem comum ter essas dúvidas pois todo investimento é feito de dinheiro injetado e uma expectativa de resultados que multipliquem aquele dinheiro inicial.

O ROA é um indicador que calcula a capacidade de uma empresa ou negócio gerar lucro a partir de seus ativos, com isso, os investidores são capazes de descobrir o quanto aquele negócio pode lhe trazer de retorno.

Ele visa dar previsibilidade e auxiliar no plano estratégico para busca dos resultados esperados, além de dar uma visão dos principais motivos que levaram aos resultados serem baixos ou altos, gerando a possibilidade de otimização dos processos.

Como calcular o ROA?

Agora que já esclarecemos o que é o ROA a importância dele, vamos falar de outra coisa muito importante, como calcular esse indicador financeiro.

O cálculo é simples: ROA = Lucro Operacional ÷ Ativo Total x 100

KARPOS PAG - ROA
KARPOS PAG – ROA

Vale lembrar que o Lucro Operacional é encontrado no DRE e o Ativo Total você encontra no Balanço Patrimonial. Feito isso é só fazer a divisão do valor de lucro operacional pelo valor de ativo total, assim resultará no ROA que multiplicado por 100 estará em porcentagem para que seja mais compreensível como um todo.

Com esse cálculo é possível ver o quanto a empresa ou negócio está gerando retorno em cima dos seus ativos, portanto é importante destacar que é de extrema importância que as informações da fórmula estejam corretas, pois delas depende o resultado final do ROA.

Quanto maior for o valor do ROA, melhor é e isso significa que o negócio tem mais capacidade de gerar ativos que aumentem o lucro operacional, fazendo com que o retorno sobre o investimento seja bom.

Por fim, uma última consideração importante, o ROA não é indicado para uso decisivo em casos de interesse na compra de duas ou mais empresas. Isso porque esse indicador é baseado no ativo total, que não leva em conta o ativo intangível que é aquele que não possui um valor mas possui uma existência física, que é o caso das patentes.

KARPOS PAG - ROA
KARPOS PAG – ROA

Conclusão

Fazer uso do ROA é essencial para uma alavancagem financeira da sua empresa e de seus investimentos, além de trazer outros inúmeros benefícios como avaliação e comparação dos rendimentos da sua empresa com os concorrentes, possibilitando investimentos mais assertivos e lucrativos.