Selic: o que é e como influencia sua vida?

A Selic é a taxa que regula a nossa economia, de suma importância para o mercado em geral e para a vida das pessoas. A KarposBank vai comentar um pouco sobre sua influência direta em nossas vidas.

A Selic é a taxa básica de juros da economia do Brasil. Ela é utilizada para o financiamento de operações diárias com títulos públicos federais e serve de parâmetro para as instituições financeiras realizarem transações.

Outra informação de suma importância é que a taxa Selic é utilizada como referência para o cálculo das demais taxas de juros cobradas pelo mercado brasileiro.

Ou seja, ela pode afetar diretamente a vida dos brasileiros, seja com a alta ou baixa do dólar, com a oferta ou escassez de emprego ou, ainda, com o grau de facilidade ou dificuldade quando toma-se um empréstimo.

E aí, vamos entender um pouco mais sobre nossa taxa de juros básica?

Neste artigo você vai encontrar:

  • O que é a Taxa Selic?
  • Para que serve?
  • Como a Selic pode influenciar na vida das pessoas?

Boa leitura!

O que é a taxa Selic?

Trata-se da taxa básica de juros da economia do Brasil, ela é utilizada para financiamento de operações diárias com títulos públicos federais como garantia. Seu significado é: Sistema Especial de Liquidação e Custódia, e este serve para que as instituições financeiras realizem transações.

É um dos indicadores mais importantes do mercado financeiro, pois serve de referência para toda a economia e para as demais taxas cobradas no mercado.

Resumidamente, é a taxa básica de juros (leia-se: a menor taxa, ou seja, as demais a utilizam como mínima) que o governo remunera aquele que empresta dinheiro para ele.

É, ainda, um índice balizador para as taxas de juros cobradas pelos bancos brasileiros.

Salienta-se, também, que a meta para a taxa Selic é determinada e divulgada pelo COPOM – Comitê de Política Monetária, a cada 45 dias, ou seja, oito vezes por ano. Podendo variar para cima ou para baixo, para estimular a economia ou conter a inflação.

É importante essa diferença…

Não se pode confundir a Meta Selic com a Taxa Selic realizada.

O COPOM faz a divulgação da Selic Meta, mas a Taxa Selic mensal é a que consta na tabela acumulada em cada mês. E é esta (Taxa Selic) que você deve utilizar como referência para rentabilidade de títulos públicos que estão atrelados a esse índice.

Como funciona a taxa Selic?

Podemos dizer que existem 02 Selics, dessa forma, temos que compreender os aspectos de cada uma e confundir a Selic Meta, aquela que é estipulada pelo BACEN, com a taxa Selic Over, que é a observada no sistema SELIC supracitado.

Vamos às diferenças entre elas:

Selic Meta

Trata-se daquela taxa que é apresentada reiteradamente nos noticiários e que representa a taxa básica da economia do país. Ela é discutida pelo COPOM, que leva em consideração a inflação, taxa de juro externa, câmbio e outras variantes. Ou seja, todas as perspectivas e influências da economia.

A Selic Meta é a taxa balizadora para as demais taxas da economia brasileira. Normalmente, ela é a taxa mais baixa, porém isso não é uma regra.

Selic Over

Já a taxa Selic Over advém da necessidade do financiamento interbancário lastreado em títulos públicos.

Imagine que o governo precisa de dinheiro para efetivar seus planos atinentes aos serviços prestados à população, como nas áreas de segurança, saúde, construção de estradas, escolas e hospitais.  

Esse dinheiro é arrecadado por meio dos impostos arrecadados, ainda, por meio do Tesouro Nacional, com a emissão de títulos públicos para angariar mais recursos para o governo realizar os sobreditos planos.

Como os bancos, devido ao grande número de operações financeiras realizadas diariamente, podem ficar “no vermelho” ao final do dia, e como têm que cumprir uma determinação do próprio BACEN, tendo de ficar superavitários (ou seja, fechar “no azul”) eles acabam fazendo empréstimos de curtíssimo prazo (geralmente de 24 horas) com outros bancos para cumprirem a lei.

Dessa forma, a taxa de juros utilizada como indexador nesse empréstimo interbancário é a Selic Over.

Como a Selic pode influenciar na vida das pessoas?

A grande parte dos títulos do tesouro é comprada por bancos, que são obrigados a depositar uma parte de seus rendimentos em uma conta no BACEN. Isso serve para controlar o excesso de dinheiro em circulação na economia, bem como impelir o aumento da inflação.

A meta da Selic afeta diretamente os seus investimentos. Ter conhecimento sobre esse assunto pode te ajudar a aproveitar cada cenário da economia para realizar bons investimentos e ganhar dinheiro.

Tanto nos investimentos de renda fixa, como nos de renda variável ela exerce seu poder. Na renda fixa as taxas de juros são usadas como base para a remuneração das aplicações, tendo uma direta com a meta Selic. Na renda variável, como nas ações, a relação com a meta Selic está, na maioria das vezes, relacionada a influência da taxa básica de juros na economia.

Como bem salientado, a Selic serve como indexador para todas as outras taxas de juros do mercado, como exemplos temos: financiamentos, empréstimos, cheque especial, rotativo do cartão de crédito, e até mesmo nos empregos, pois, quando os preços estão em alta, as pessoas deixam de comprar, baixa-se o número das vendas, consequentemente o numero da produção cai, acarretando o corte de funcionários.

Portanto, resta nítida a influência direta que a Taxa Selic tem na vida dos cidadãos.

As pessoas costumam achar que a inflação é a única capaz de causar o desequilíbrio financeiro, porém é a taxa básica de juros que determina toda a conjuntura econômica.

Viu como a taxa Selic tem um papel importante em sua vida? A dica da KarposBank para você é atentar-se sempre às alterações da nossa taxa de juros básica!