O que são as adquirentes de cartão?

Vamos entender o papel das credenciadoras ou adquirentes nos meios de pagamentos.

Na atual conjuntura, devido ao Coronavírus, as pessoas estão optando ainda mais por efetuarem suas compras por meio de cartão, ensejando-se uma paulatina substituição das cédulas e moedas.

Neste post você encontrará de forma resumida:

  • O que é uma credenciadora/ adquirente?
  • Para que ela serve?
  • Diferença entre emissor, bandeiras e adquirente.

Boa leitura!

Tudo começa por meio das relações de consumo, o mercado oferece os produtos, os consumidores necessitam destes e efetuam suas compras.

A maneira tradicional, e, diga-se de passagem, quase obsoleta, é a utilização de dinheiro nas compras. Porém, no cenário, vem se modificando drasticamente, a forma de pagamentos, com o aumento na utilização de cartões, tanto de crédito, quanto de débito.

É nesta parte do processo que entra a figura das adquirentes. Vamos saber um pouco mais sobre elas?

O que é uma credenciadora/ adquirente?

Uma adquirente é uma empresa que administra e faz a transferência do valor recebido em uma transação de compra ao empreendedor, ou seja, em outras palavras ela faz a liquidação do pagamento.

Quando o cliente não faz o pagamento em dinheiro e realiza a compra utilizando cartão de débito ou crédito, a adquirente entra em cena, por meio da utilização das maquininhas de cartão, as quais fazem essa conexão de pagamento, efetivação da venda e entrega do valor à empresa.

Para que serve a adquirente?

Na prática a credenciadora é o agente operador que viabiliza este meio de pagamento da compra que utiliza o cartão nesse sistema de pagamentos. Pois o lojista ou comerciante não tem autonomia para aceitar e processar este tipo de pagamento sozinho.

Ou seja, ela faz o meio de campo entre o emissor e a bandeira.

Todas as operações são processadas por ela, que faz a liquidação financeira das transações, recebem do consumidor e repassam ao comerciante, com prazo geralmente de 31 dias.

A adquirente serve para analisar os dados do cartão de crédito e consulta os bancos para ver se o saldo é suficiente ou mesmo se há outro impeditivo para compra.

Pode-se dizer, portanto, que a credenciadora tem a função de agilizar a aprovação dos pagamentos e permitir que essas operações sejam realizadas facilmente.

Diferença entre emissor, bandeira e adquirente.

O emissor é o banco ou instituição financeira, pode ser fintech também, que emite o cartão, disponibiliza o crédito, para que seus clientes possam efetivar suas compras.

As bandeiras nada mais são do que as marcas do cartão que você utiliza, como exemplos temos a MasterCard ou Visa. Ela dá a palavra final e autoriza a compra a partir da analise dos seus dados.

Já as adquirentes, como dito, são as empresas que operacionalizam, viabilizam o processo de pagamento com cartões, pois o empresário não pode efetivar esta transação por conta própria, fazendo a conexão do cartão com a bandeira, por meio das maquinhas de cartão.

Viu como este sistema de pagamentos não se trata de um bicho de sete cabeças? Em caso de duvidas ou sugestões, entre em contato com o tome da Karpos!